Dissertação de Mestrado

O que é e saiba como fazer uma Dissertação de Mestrado.

Normas de formatação para a Dissertação de Mestrado

Veja também: Sugestões de Temas

Veja também: Como começar a Investigação Científica?

Veja também: Procedimentos Iniciais para a elaboração do trabalho acadêmico.

Veja também: Como elaborar seu próprio trabalho acadêmico: (monografias, dissertação, teses, tcc´s, etc.)

Veja também: Como formatar seu próprio trabalho acadêmico: (monografias, dissertação, teses, tcc´s, etc.)

Baixar: modelo de dissertação

 

1. Formatação para a Dissertação de Mestrado

Tipo de encadernação: Brochura Tamanho da folha: 29,7 X 21,0 cm (A4)

Espaço útil datilografado: 16,0 X 25,0 cm

Fonte: Times New Roman 12

Espaçamento: 1 ½ Margens: 2 cm

Capa: O modelo encontra-se em "modelo de dissertação" acima.

Folha de rosto: Deve conter os seguintes dados necessários à identificação da tese/dissertação: autor, título, nota de tese ou dissertação, área de concentração, orientador, notas tipográficas. No verso da folha de rosto deve estar a ficha catalográfica, que deverá ser confeccionada por profissional bibliotecário.

Folha de aprovação: Deve conter data de aprovação, nome completo dos membros da Banca Examinadora e local para assinatura dos mesmos.

Páginas preliminares: Podem ser incluídas as seguintes partes, devendo constar cada uma em página separada: dedicatória, agradecimentos, epígrafe. Sumário: Indicação de conteúdo do documento, refletindo suas divisões e/ou seções, na mesma ordem e grafia em que aparecem no texto.

Listas: Relação de elementos ilustrativos ou explicativos.

 

2. Conteúdo

Resumo e Abstract: Este texto deve conter um máximo de 200 (ou 500) palavras em um único parágrafo, sem citações bibliográficas.  O texto do Abstract deve ser revisado por indivíduo com bom conhecimento da língua inglesa. O Resumo é uma síntese dos pontos relevantes do texto, em linguagem clara, concisa, e direta. Comece o Resumo informando ao leitor sobre o que se trata o trabalho, claramente afirmando que o mesmo versa sobre: dados ou experimentos inéditos, e/ou uma revisão em progresso, e/ou uma nova técnica, e/ou uma síntese, e/ou aquilo que melhor o define. O texto deve ser escrito em estilo quase telegráfico. Um resumo não é uma introdução ao trabalho, mas uma versão congelada do mesmo, que objetiva condensar e concentrar as informações e resultados essenciais do mesmo.

Palavras chave e keywords: Indicar até o máximo de 05 (cinco) palavras chave.

Texto: A organização do texto das teses e dissertações comumente obedece a seguinte estrutura em capítulos: introdução, revisão de literatura, material e métodos, resultados, discussão dos resultados, conclusão. A Introdução deve descrever o problema e a área de estudo. Deve definir o problema com clareza, os objetivos do estudo e, possivelmente, dar indicação dos resultados, de forma a preparar o leitor para o que está por vir. Não deve tornar-se uma revisão muito longa de trabalhos anteriores, o que eventualmente poderia justificar um item ou capítulo a parte, embora referências a trabalhos anteriores sobre o assunto devam ser incluídas.

Referências bibliográficas: Devem ser elaboradas segundo as normas vigentes na Revista Brasileira de Geociências (a Biblioteca fornece impresso das normas). Em caso de dúvidas, consulte o professor orientador.

Anexos ou apêndices: Documentos complementares e/ou comprobatórios do texto, com informações esclarecedoras, tabelas ou dados adicionais colocados à parte. Número de exemplares:

 

Após a defesa de tese ou dissertação, de acordo com o Regulamento do Programa, o estudante deverá encaminhar, respectivamente, 09 (nove) ou 07 (sete) volumes à Secretaria do curso, confeccionados de acordo com as normas acima descritas.

Fonte: *Extraído do link: http://www.igc.ufmg.br - IGC